Também na Agência Brasil

Subscrever feed Também na Agência Brasil
A Agência Brasil é a agência de notícias da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), que distribui gratuitamente informações de interesse público. As notícias podem ser reproduzidas desde que citada a fonte.
Atualizado: 12 minutos 50 segundos atrás

Avião de pequeno porte cai sobre casas na zona norte de São Paulo

sex, 30/11/2018 - 16:56

Um avião de pequeno porte caiu na tarde de hoje (30) sobre pelo menos duas casas nas proximidades do aeroporto Campo de Marte, de onde decolou, na zona norte da capital paulista. A queda ocorreu às 15h58.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, há 12 pessoas feridas até o momento e duas mortes.

Dez viaturas dos bombeiros trabalham no local do acidente.

Colnago diz que alta do PIB é o maior resultado desde 2017

sex, 30/11/2018 - 16:41

O ministro do Planejamento, Esteves Colnago, afirmou hoje (30) que a economia brasileira cresceu no 3º trimestre em linha com as expectativas do governo e do mercado. “É o maior resultado desde o 1º trimestre de 2017, quando o país voltou a apresentar taxas positivas de crescimento trimestral da atividade econômica”, destacou Colnago, na conta do ministério no Twitter.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou hoje que o Produto Interno Bruto (PIB) – soma de todos os bens e serviços produzidos no país – cresceu 0,8% na passagem do segundo para o terceiro trimestre de 2018, na série com ajuste sazonal. Em relação ao terceiro trimestre de 2017, o crescimento foi de 1,3%.

O ministro acrescentou que o resultado mostra que o PIB “segue trajetória de crescimento sustentável, apesar do movimento menos expressivo do 2º trimestre”. “Estamos há quase dois anos com PIBs trimestrais positivos”, acrescentou.

Para Colnago, os resultados esperados para o 2º semestre “dão uma expectativa positiva para 2019” “Eles refletem o muito que já foi feito, mas a consolidação dos resultados positivos depende fundamentalmente da continuidade das reformas econômicas”, destacou.

O secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, também destacou a necessidade de continuidade das reformas e ajustes fiscais para que o país tenha um crescimento maior do que o esperado pelo mercado financeiro no próximo ano (2,5%). “A economia vem se recuperando, os índices de confiança aumentaram muito no período recente, a inflação está muito baixo e há um cenário de juros ainda muito baixo. Tudo isso vai levar a uma recuperação cíclica muito forte da economia brasileira que pode até ser maior a depender dos ajustes estruturais e os ajustes fiscais que passam necessariamente pela reforma da Previdência”, disse após participar da apresentação de relatório do Fundo Monetário Internacional (FMI) sobre investimentos públicos no Brasil.

Bolsonaro diz que não vai prorrogar intervenção federal no Rio

sex, 30/11/2018 - 16:25

O presidente eleito, Jair Bolsonaro disse hoje (30) que não vai prorrogar a intervenção federal no Rio de Janeiro. “Eu assumindo, não a prorrogarei”, enfatizou após participar da formatura de sargentos da Aeronáutica em Guaratinguetá, interior paulista. Bolsonaro disse que só permitirá que forças federais continuem a atuar na segurança pública se houver garantias que dificultem que esses agentes sejam processados por mortes em ações.

Conforme o decreto em vigor, a intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro deverá se encerrar em dezembro. Uma eventual prorrogação dependeria de um novo decreto a ser assinado por Bolsonaro após sua posse.

“Eu quero uma retaguarda jurídica para as pessoas que fazem a segurança em nosso Brasil. Não posso admitir que os integrantes das Forças Armadas, da Polícia Federal, depois do cumprimento da missão respondam a um processo”, acrescentou ao dizer que só dará suporte federal dentro da previsão da Garantia da Lei e da Ordem com apreciação do Congresso Nacional.

Mais tarde, em uma entrevista a emissoras católicas na sede de Canção Nova, Bolsonaro detalhou o que pensa sobre o assunto. “O que é a retaguarda jurídica? É a certeza que o homem que tem uma arma à sua disposição, caso seja obrigado a utilizá-la, no final da missão ele tenha a paz e a tranquilidade que não será submetida a uma auditoria ou tribunal do juri”, disse ao ser perguntado sobre o tema.

O presidente eleito destacou que a segurança será um dos temas caros ao seu governo. “A segurança indo bem, o Brasil vai bem nos demais setores: economia, turismo, entre outros. E o que nós temos que fazer é uma legislação que iniba realmente as pessoas de cometer crime”, acrescentou.

São Paulo promove ação de combate ao Aedes aegypti em parques públicos

sex, 30/11/2018 - 16:14

Uma ação de combate ao Aedes aegypti está sendo realizada neste sábado (30) nos parques públicos localizados na capital paulista. O objetivo da ação é eliminar criadouros do mosquito transmissor dos vírus da dengue, zika e chikungunya.

Durante toda a sexta-feira, agentes da Superintendência de Controle de Endemias (Sucen), com apoio da Secretarias de Estado da Saúde e do Meio Ambiente farão varreduras nos parques Juventude e Horto Florestal, na zona norte; Guarapiranga, na zona sul; e Villa Lobos e Água Branca. na zona oeste.

A iniciativa integra a campanha estadual Todos juntos contra o Aedes aegypti, que mobilizou mais de 25 mil agentes estaduais e municipais em ações de campo para atuar na Semana Nacional de Mobilização Contra o Aedes aegypti, iniciada na última segunda-feira (26).

A proposta da iniciativa é mobilizar órgãos públicos e a sociedade civil para trabalhar em conjunto com ações educativas e de campo, sobretudo em municípios e áreas com maiores índices de infestação do Aedes aegypti, através da conscientização da população quanto à importância da eliminação dos focos de proliferação do mosquito.

Estatísticas

Segundo o Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa) realizado em outubro e novembro, dos 638 municípios avaliados, 406 apresentam situação satisfatória, 190 estão em alerta e 42 em risco.

Os dados referentes aos municípios de São Paulo, com base em informações da Secretaria estadual de Saúde, colhidas por meio do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), mostram que o número de casos de dengue no estado caiu 99% em dois anos: de 678.031 em 2015, para 162.497 em 2016, e 6.269 em 2017. Neste ano, até 6 de novembro, foram confirmados 9.181 casos autóctones da doença.

Quanto à chikungunya, São Paulo registrou neste ano 209 casos autóctones. No ano passado inteiro, foram confirmados 354 casos. No caso da zika, até agora foram confirmados 123 casos autóctones – em 2017, foram 121 registros.

*Estagiário sob supervisão de Nádia Franco

Páginas