Obra de construção do Museu do Amanhã é embargada

01:20 Cultura, Notícias 20/01/2015 - 09h30 Rio de Janeiro Embed

Nanna Pôssa

O Ministério do Trabalho e Emprego embargou nesta segunda-feira a construção do Museu do Amanhã, na zona portuária do Rio de Janeiro. De acordo com o auditor fiscal José Roberto Moniz, existe uma falha nos dispositivos de proteção do sistema elétrico.

 

Na última quinta-feira, Stanley Meireles Lima, de 35 anos, morreu eletrocutado. O fiscal de Segurança e Saúde no Trabalho afirma que a causa da morte foi a energização inesperada de uma estrutura metálica da obra e o funcionamento correto do quadro de segurança poderia ter evitado o acidente.

 

A construção somente poderá ser retomada após a correção dos equipamentos e nova vistoria do local pelo auditor.

 

O Museu do Amanhã é um dos símbolos de revitalização do porto do Rio de Janeiro. O espaço tem 15 mil metros quadrados e um projeto arquitetônico ousado. A construção têm previsão de terminar no primeiro semestre deste ano.

 

A Concessionária Porto Novo, contratada da prefeitura para execução das obras do Porto Maravilha, afirmou apenas que reconhece a importância da fiscalização e reitera o compromisso com as normas de saúde e segurança do trabalho.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique