Leitores aproveitam último dia da Bienal do Livro no Rio

02:20 Cultura, Notícias 13/09/2015 - 19h21 Rio de Janeiro (RJ) Embed

Tâmara Freire

Choveu muito durante boa parte deste domingo (13), mas isso não impediu que milhares de pessoas lotassem o Rio Centro, na Barra da Tijuca no último dia da 17ª edição da Bienal do Livro do Rio de Janeiro. Afinal de contas, era a última chance para pessoas como Alessandra Marques comprarem livros por um preço mais em conta para tentar vencer uma batalha ferrenha envolvendo os filhos adolescentes.

 

Mas se essa edição da bienal teve uma marca foi justamente a da participação dos jovens. E muitos deles nem precisaram ser levados pelos pais ou pela escola. Iago da Mata, de 15 anos, pegou um ônibus em Realengo junto com um grupo de amigos e depois de 1h30 de viagem teve sua primeira experiência na bienal. 

 

Já Marceli Sampaio, de oito anos precisou da companhia da avó. Mas, como braço nenhum, nem mesmo o dos adultos, dá conta de carregar tantas sacolas, prevenida, ela levou também uma mochila de rodinhas.

 

Rejane Ribeiro, enfrentou a chuva, o trânsito e uma fila de quase uma hora para conseguir um autógrafo do ídolo de infância, Ziraldo. Mas agora o livro e o autógrafo ficam de presente para a sobrinha.

 

A 17ª edição da Bienal do Livro do Rio de Janeiro reuniu mais de 200 expositores ao longo de 11 dias. Na programação cultural, mais de 100 autores brasileiros e de 20 estrangeiros estiveram em contato com o público. Este ano, o homenageado foi o escritor e cartunista Maurício de Souza.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique