História Hoje: Django Reinhardt se fez exemplo de superação ao tocar guitarra com dois dedos

03:00 Cultura, Programetes 23/01/2017 - 07h00 Brasília Embed

Apresentação América Melo

Há 117 anos, nascia o guitarrista de jazz Jean Reinhardt, conhecido como Django Reinhardt.

 

Um fato misterioso e intrigante é que Django conseguia tocar a guitarra com muita precisão e velocidade usando somente dois dedos da mão esquerda.

 

O guitarrista, nascido na Bélgica e de família cigana, sofreu queimaduras sérias, em um incêndio na caravana onde dormia, quando tinha 18 anos.

 

Sua mão esquerda ficou bastante ferida, deixando o músico com algumas restrições nos movimentos. Para dedilhar a guitarra, por exemplo, Django usava apenas seus dedos indicador e médio.

 

Mas, quando Django se recuperou, ele conseguiu tocar melhor do que tocava antes, o que surpreendeu a comunidade cigana. Com isso, na década de 30, ele desenvolveu um estilo que hoje é conhecido como o Gypsy Jazz, o jazz cigano. No Brasil, o estilo conta com poucos representantes. Um deles é o grupo Gypsy Jazz Club, formado em Brasília.

 

Em 1934, Django fundou, na França, o Quintette du Hot Club de France, com o violinista Stéphane Grappelli, conhecido hoje como o avô dos violinistas de jazz. O quinteto obteve o status de uma das bandas mais originais do jazz gravado.

 

A formação mais famosa da banda contava com Roger Chaput, Joseph e Django Reinhardt, nas guitarras; Stéphane Grappelli no violino; e Louis Vola no contrabaixo. Quatro canções foram gravadas pelo conjunto no final de dezembro pela Ultraphone com essa formação: "Dinah", "Tiger Rag", "Oh Lady be Good" e "I Saw Stars".

 

O guitarrista norte-americano Jimi Hendrix disse que nomeou seu grupo Band of Gypsys em homenagem a Django.

 

Django também teve suas próprias influências. Uma delas foi Duke Ellington, considerado o maior compositor de jazz americano de todos os tempos. Outra influência foi o americano Louis Armstrong, considerado a personificação do jazz.

 

Em sua vida pessoal, consta que Django era um grande gastador. Torrava seu dinheiro em apostas ou na sinuca, onde também demonstrava muita habilidade.

 

Em 1951, se aposentou no interior da França, onde passou seus últimos dias pintando e pescando. Em 1953, morreu de um derrame fulminante.

 

*História Hoje: Programete sobre fatos históricos relacionados a cada dia do ano. É publicado de segunda a sexta-feira. Acesse aqui as edições anteriores.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique