Número de visitantes no Mercado Modelo, em Salvador, duplica em um ano

01:59 Cultura, Notícias 05/08/2017 - 08h44 Salvador Embed

Sayonara Moreno, da Agência Brasil

O tradicional ponto turístico de Salvador, o Mercado Modelo, registrou o dobro de visitantes, este ano, em relação ao ano passado. Segundo a Prefeitura Municipal da capital baiana, que divulgou a informação, atualmente o espaço recebe cerca de 300 visitantes por dia, em uma média de 8 mil por mês.

 

Desde o início de 2016, a gestão do Mercado Modelo passou a ser do Executivo municipal, por meio da Secretaria de Ordem Pública, que realizou intervenções na estrutura, sobretudo na correção de problemas de eletricidade e infiltrações.

 

Localizado no bairro do Comércio, região antiga de Salvador, o Mercado Modelo faz parte de uma das regiões tombadas pelo IPHAN, Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional e é um dos pontos onde turistas e moradores compram artesanatos, incluindo lembranças de viagem à Bahia, disponíveis nos quase 300 boxes de comerciantes locais. Além disso, o espaço oferece opções de lazer, cultura e culinária.

 

Apesar da importância cultural e histórica do Mercado Modelo – antiga Casa de Alfândega - o local guarda histórias da fundação de Salvador, assim como o surgimento do bairro do Comércio e, consequentemente, o tráfico de pessoas escravizadas trazidas da África, à força, para o Brasil.

 

Devido ao grande número de pessoas submetidas a essas condições, a capital da Bahia é considerada a cidade mais negra fora do continente africano. O subsolo do Mercado Modelo chama atenção devido à arquitetura, além de ser um ambiente com alto teor de umidade, cujos túneis eram utilizados para o armazenamento de vinhos e mercadorias específicas.

 

No saber popular, o subsolo do mercado - que fica abaixo do nível do mar e frequentemente alagado - é lembrado como espaço onde eram depositadas as pessoas escravizadas, em condições sub-humanas. Com isso, desperta a curiosidade dos visitantes e atrai turistas de todo o mundo.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique