MPF pede interdição de seis museus federais do Rio

01:28 Cultura, Notícias 11/09/2018 - 18h16 Rio de Janeiro Embed

Lígia Souto

O Ministério Público Federal pediu a interdição imediata de seis museus federais no Rio de Janeiro. A ação civil pública determina que as instituições sejam fechadas temporariamente por não terem "condições mínimas" para funcionar.

 

Entre as entidades estão o Museu da República, Museu Nacional de Belas Artes, Museu Histórico Nacional, Museu Villa Lobos, Museu da Chácara do Céu e Museu do Açude.

 

De autoria da procuradora Solange Braga, o pedido determina que todos permaneçam fechados, sem receber público, até que medidas de prevenção contra incêndios e pânico sejam implementadas.

 

Nenhum deles, segundo levantamento do Instituto Brasileiro de Museu possui alvará do Corpo de Bombeiros para funcionamento.

 

A procuradora argumentou que o pedido de interdição foi feito para evitar uma catástrofe como a ocorrida no Museu Nacional, que pegou fogo no dia 2 de setembro, destruindo a maior parte de seu acervo.

 

Na ação, pede-se ainda que os diretores dos museus interditados tomem todas providências no sentido de proteger as obras de arte, documentos históricos e demais peças do acervo.

 

À União e ao Iphan, Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, o MPF pede que sejam destinados recursos financeiros para custear a elaboração e a implementação das medidas de segurança nas unidades museológicas discriminadas.