Secretário afirma que mesmo com investimentos museus do DF estão com problemas

01:39 Cultura, Notícias 04/09/2018 - 11h07 Brasília Embed

Leandro Martins

Depois da repercussão do incêndio no Museu Nacional do Rio de Janeiro, o governador Rodrigo Rollemberg determinou, nessa segunda-feira (3), o monitoramento imediato das condições dos museus brasilienses.


São seis os principais da capital federal: Catetinho; Museu Nacional de Brasília; Memorial dos Povos Indígenas; Museu Vivo da Memória Candanga; Museu de Arte de Brasília (MAB), que está fechado para reformas, e o Centro Cultural dos Três Poderes, formado pelo Museu Histórico de Brasília, o Espaço Lúcio Costa e o Panteão da Pátria Tancredo Neves.


O secretário de Cultura, Guilherme Reis, afirmou que o monitoramento das condições de segurança dos espaços culturais do Distrito Federal conta com o apoio permanente do Corpo de Bombeiros e é feito diariamente. Mas ressaltou que a tarefa não é fácil.


“Estão todos com problemas. Alguns necessitam de cuidados mínimos outros precisam de projetos sofisticados, mas estão sendo recuperados um a um.”


Reis acrescentou que o setor recebe verbas, mas como existem muitas prioridades é difícil atender a todas ao mesmo tempo.


“Os museus e os centros culturais do Distrito Federal têm muito o que ser feito, muita obra necessária para recuperar 30 anos de abandono contínuo.”


Guilherme Reis destacou que entre os investimentos mais recentes na área está a entrega do Espaço Cultural Renato Russo, depois de reforma completa.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique