Beth Carvalho, a madrinha do samba, morre aos 72 anos

02:02 Cultura, Notícias 30/04/2019 - 19h59 Rio de Janeiro Embed

Cristiane Ribeiro

A cantora e compositora Beth Carvalho morreu no fim da tarde desta terça-feira (30), no Hospital Pró-Cardíaco, em Botafogo, zona sul do Rio, onde estava internada desde janeiro deste ano. O hospital ainda não informou a causa da morte da artista, que faria 73 anos no próximo dia 5 de maio.

 

Com mais de 50 anos de carreira e dezenas de discos gravados, Beth Carvalho lançou nomes como o cantor Zeca Pagodinho, que só se referia a Beth como madrinha, além de Arlindo Cruz e Almir Guineto e o próprio grupo Fundo de Quintal. Zeca Pagodinho ficou muito abalado com a notícia e, por intermédio de sua assessoria, disse que "não tinha condições de falar hoje".

 

Mangueirense de coração e torcedora do Botafogo, suas duas grandes paixões, Beth também lançou o cantor e compositor Jorge Aragão, entre outros.

 

Beth Carvalho sofria de um problema de coluna há vários anos e recentemente fez um show deitada em uma cama, sem conseguir sentar por causa das fortes dores.

 

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, soltou uma nota lamentando a morte de Beth Carvalho. Ele disse que a música da cantora é trilha sonora de sua vida. Ele se solidarizou com os familiares e amigos da sambista, dizendo que Beth Carvalho foi uma grande intérprete do samba carioca e reuniu, ao longo de cinco décadas, fãs de todas as idades, unindo o país em torno da beleza da sua voz e das suas canções.

 

A Escola de Samba Estação Primeira de Mangueira divulgou, em sua página em uma rede social, nota de pesar pela morte de Beth Carvalho. A nota diz que a madrinha Beth Carvalho foi para o andar de cima levar sua alegria junto aos mangueirenses Cartola, Nelson Cavaquinho, Carlos Cachaça, Jamelão entre outros bambas do samba.

 

A assessoria ainda não divulgou informações sobre o local e horário do sepultamento.

 

Da Rádio Nacional no Rio de Janeiro, Cristiane Ribeiro

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique