Depois de cinco anos, escolas de sambas do Distrito Federal devem voltar a desfilar em 2020

02:24 Cultura, Notícias 28/10/2019 - 16h01 Brasília Embed

Dayana Vitor

Desde o carnaval 2014, as escolas de samba do Distrito Federal não desfilam por falta de verba do governo local e de patrocinadores. Mas a promessa é que, no ano que vem, as apresentações voltem a ocorrer em Ceilândia, em espaço que ainda será definido.


O atual governo abriu um edital do Fundo de Apoio à Cultura para destinar um R$ 1,2 milhão para o desfile, mas esse valor é insuficiente para arcar com os custos da festa.


No dia 25 de outubro, houve uma reunião entre escolas de samba e a Secretaria de Cultura, e ficou definido que o governo vai procurar outras fontes de recursos, como detalha o vice-presidente da Liga das Escolas de Samba do DF, Adriano Gardim.

 

“Estamos construindo uma solução com o governo para buscar outras fontes, seja ela de empresas públicas, de empresários, para complementar o valor”.

 

O presidente da escola de samba Acadêmicos da Asa Norte, Jansen de Melo, detalha os gastos de uma agremiação com um desfile.

 

“Se você dividir R$ 1,2 milhão para oito escolas dá R$ 150 mil. Nos carnavais passados foram R$ 500 mil. Você tem que fazer três carros alegóricos, colocar mil pessoas na rua, bateria, fantasia, tudo isso custa dinheiro”.

 

Já o subsecretário de Fomento e Incentivo Cultural da Secretaria de Cultura, João Moro, esclarece que o vencedor do edital do Fundo de Apoio a Cultural tem a obrigação de repassar o dinheiro às escolas.

 

“O projeto cultural que vencer vai repassar os montantes necessários, de modo a garantir a realização do desfile”.

 

O próximo carnaval do DF deve contar também com os blocos tradicionais e outros eventos, já que o edital da Secretaria de Cultura prevê um total de mais de R$ 5 milhões para apoiar os eventos carnavalescos de 2020.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique