Fotógrafos mostram cotidiano de favelas cariocas em exposição no Rio

02:51 Cultura, Notícias 08/11/2019 - 10h14 Rio de Janeiro Embed

Tatiana Alves

Nove fotógrafos, apaixonados por fotografia e por suas comunidades mostram detalhes das favelas e se expressam através de quem mais entende delas: seus moradores.

 

Esse é o Favelagrafia 2.0 , que está trazendo um novo olhar para o dia a dia das favelas. As histórias, paisagens e personagens desses locais serão exibidos em uma exposição neste sábado, no Museu de Arte Moderna do Rio.

 

Lançada em 2016, a iniciativa ganhou prêmios internacionais e repercussão na imprensa mundial há três anos, quando uma foto de rapazes com o rosto tapado e com instrumentos musicais nas mãos viralizou.

 

O objetivo do projeto é dar visibilidade a futuros profissionais e promover transformações positivas nas favelas. Complexo do Alemão, Santa Marta, Morro dos Prazeres, Cantagalo, Babilônia, Morro da Mineira, Borel, Rocinha e Providência foram as comunidades escolhidas para o projeto.

 

Um dos fotógrafos que fazem parte do Favelagrafia 2.0 é o técnico de enfermagem, Omar Brito. Nas horas vagas, ele se dedica a fotografar os recantos do Morro da Babilônia, onde mora. Para esse jovem de 33 anos, a maior recompensa que o seu trabalho traz é poder mudar a visão que muitas pessoas têm da favela.

 

O Projeto Favelagrafia é incentivado pela Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, idealizado pela NBS Rio+Rio, o primeiro negócio social de uma agência de publicidade no mundo, que cria e implementa projetos das empresas e suas marcas nas favelas do Rio.

 

O lucro é reinvestido no próprio projeto. A ideia é inspirada no modelo de negócio desenvolvido pelo professor Muhammad Yunus, vencedor do Prêmio Nobel da Paz em 2006. A exposição Favelagrafia 2.0 poderá ser vista até 8 de dezembro, no Museu de Arte Moderna, que fica na Avenida Infante Dom Henrique , 85, no Aterro do Flamengo. A entrada é franca.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique