Religiosidade afro-brasileira é tema de exposição no Museu Nacional da República, em Brasília

02:29 Cultura, Notícias 19/11/2019 - 09h11 Brasília Embed

Gésio Passos

O Museu Nacional da República traz surpresas para o brasiliense a partir desta terça-feira (19). Três novas exposições poderão ser visitadas, em todos os dias da semana.

 

A mostra 'Simbólico Sagrado' traz as obras de dois artistas baianos: Mestre Didi e Rubem Valentim.

 

A exibição apresenta 95 obras de pinturas e escultura dos autores, com inspiração na religiosidade afro-brasileira, como uma forma de comemoração do mês da Consciência Negra.

 

O diretor do Museu Nacional, Charles Cosac, explica que a inspiração e o diálogo dos autores partem da ideia do sagrado.

 

A segunda exibição será do também baiano Almandrade, ou Antonio Luiz Morais de Andrade.

 

O artista, que também é arquiteto, marcou o movimento artístico da década de 1970, alternando uma estética construtivista e a arte conceitual.

 

Charles Cosac fala que a obra de Almandrade mostra a trajetória do artista com desenhos, pinturas e esculturas.

 

Também será aberta a exposição Doações 2019, com 30 obras de artistas que presentearam o Museu Nacional da República neste ano.

 

Entre as peças que passam a integrar o acervo do museu, estão obras  de Yutaka Toyota, Sandra Mazzini, Ding Musa, entre outros.

 

Outra novidade para a população é que agora o Museu Nacional passa a funcionar todos os dias da semana.

 

Nas segundas-feiras, dias que eram utilizados para a manutenção do espaço, a visitação será aberta ao público no turno da tarde, das 14h às 18h30.

 

O  Museu Nacional Honestino Guimarães compõe o Centro Cultura da República, localizado no Setor Cultural Sul, no Lote 2 da Esplanada do Ministério, entre a Rodoviária do Plano e a Catedral de Brasília, e tem entrada gratuita.

 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique