Liga de bloco do Rio aproveita o Carnaval para tratar de temas sociais

02:06 Cultura, Notícias 19/02/2020 - 07h21 Rio de Janeiro Embed

Lígia Souto

Nem só de festa e brincadeira vive o Carnaval carioca. O período de folia também abre espaço para levantar importantes bandeiras. E foi com essa intenção que a Liga Carnavalesca Amigos do Zé Pereira, formada por oito blocos, decidiu apostar em um Carnaval de rua alegre como todos os anteriores, mas ainda mais consciente das questões sociais e que envolvem o meio ambiente.


Em seu oitavo ano de desfile, a Liga também vai incluir nesta edição ações e campanhas de conscientização. Elas serão desenvolvidas, cada uma a seu modo, pelos já consagrados blocos que compõem a associação, como explica o produtor cultural Rodrigo Rezende, presidente da Liga Amigos do Zé Pereira.


“Além da gente fazer as tradicionais ironias, brincadeiras e troças, a gente está buscando esse ano trazer esses assuntos à tona. Então você tem blocos como a Orquestra Voadora, que tem uma pegada de conscientização contra o assédio, a favor de um carnaval mais livre; a gente tem o Quizomba, que também está nessa; o vagalume, que desde a sua origem tem a intenção de ter pegada sustentável. Então é por aí que estamos montando o carnaval deste ano”.


Além da música e do cenário, que promovem a inclusão social e o respeito a diversidade, há também ações concretas, como plantio de mudas e tenda de apoio às mulheres vítimas de assédio. Dessa forma, segundo o produtor, o carnaval acaba servindo como vitrine para essas questões. 


“A gente no Carnaval tem a possibilidade de falar para milhões de pessoas. Você ter essa possibilidade já te gera um empoderamento no sentido da informação. De você trazer essas questões sociais e ao mesmo tempo estar aberto para poder dialogar com todo tipo de pessoa, sem exceção”.


Os blocos que compõem a liga Amigos do Zé Pereira arrastam, todos os anos, cerca de 500 mil foliões para as ruas da cidade.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique