Liderança feminina afirma que Marajó é "terra sem lei"

06:09 Direitos Humanos, Programetes 28/01/2014 - 09h01 Embed

Apresentação Mara Régia

Maria Isabel da Conceição espera por justiça há 13 anos. Ela foi agredida em público e até hoje os culpados não foram punidos. A líder comunitária afirma que as mulheres dessa região do Pará ainda sofrem com a ausência de políticas de proteção, e que se calam diante da violência por dependerem de seus agressores

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique