Mulheres em situação de violência ganham atendimento integrado

02:11 Direitos Humanos, Notícias 02/06/2015 - 22h46 Brasília Embed

Jéssica Gonçalves

O atendimento na Casa da Mulher Brasileira de Brasília começa nesta quarta-feira (3). O local foi criado para atender, de forma integrada, mulheres em situação de violência, oferecendo serviços como delegacia, juizado, Defensoria Pública e apoio psicológico.

 

A estrutura da casa conta ainda com um abrigo provisório, onde as vítimas podem dormir por até 48 horas, com ou sem os filhos.

 

Durante cerimônia de inauguração, nessa terça-feira (2), o governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, disse que a escolha do local foi estratégica.

 

A casa vai funcionar das 8h até as 22h nos dias úteis, e nos fins de semana de 8h às 20h. A expectativa é de que futuramente o local funcione 24 horas. O endereço é a quadra 601 Norte, no início da Via L2.

 

Para a trabalhadora rural Cláudia Farinha, de um assentamento na Ceilândia, a iniciativa é importante, mas a distância dificulta o atendimento.

 

Os outros locais de atendimento às mulheres em situação de violência, como a delegacia especializada da Asa Sul, vão continuar funcionando.

 

Segundo dados da Central de Atendimento à Mulher, o Disque 180, o Distrito Federal registrou o maior número de atendimentos no ano passado, foram cerca de 160 para cada 100 mil mulheres, três vezes mais do que a média nacional. As cidades que mais apresentaram casos de violência contra a mulher foram Estrutural, Paranoá, Itapoã, São Sebastião e Recanto das Emas.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique