Mais de 60 mil pessoas morreram no maior manicômio do Brasil

02:30 Direitos Humanos, Especiais 11/09/2015 - 18h39 Barbacena (MG) Embed

Manuela Castro

Ao longo do século passado, a única solução para pessoas com transtornos mentais era o isolamento em manicômios. O maior do Brasil foi o Colônia, que começou a funcionar em 1903, em Barbacena, Minas Gerais. Lá, pelo menos 60 mil pessoas perderam a vida numa trajetória de quase um século de desrespeitos aos direitos humanos.

 

Confira o primeiro capítulo (de um total de cinco) do especial radiofônico "Loucura e liberdade: saúde mental em Barbacena”. A sonorização é de Marcos Tavares.

 

A versão televisiva foi transmitida pelo Caminhos da Reportagem, da TV Brasil, e está disponível aqui. Acesse também o especial em texto online na Agência Brasil.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique