MPF cobra policiamento em aldeias de SP contra violência sexual

01:50 Direitos Humanos, Notícias 16/10/2015 - 11h17 São Paulo (SP) Embed

Magda Calipo

O Ministério Público Federal (MPF) requereu, nesta quarta-feira (14), por meio de ação civil pública, que o estado de São Paulo realize policiamento ostensivo e emergencial nas aldeias do Jaraguá, na zona Oeste da capital paulista, devido a casos de abuso sexual e estupro de crianças, adolescentes e mulheres indígenas praticados por membros da própria aldeia, além do consumo de drogas ilícitas, que foram revelados por investigações conduzidas pelo próprio MPF.

 

O Conselho Tutelar de Pirituba/Jaraguá informou ao MPF casos de estupro, abuso sexual de crianças, prostituição, violência doméstica e consumo de drogas nas aldeias Tekoa Ytu, Tekoa Pyau e Itakupé. Segundo informações divulgadas pelo MPF, uma adolescente teria sido estuprada pelo neto do cacique de uma das aldeias, além do registro em boletins de ocorrência do estupro de uma criança indígena de 7 anos e o aliciamento de outra, de 11 anos.

 

Leia mais na Agência Brasil

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique