Manifestação no Rio pede fim de genocídio de jovens negros

02:16 Direitos Humanos, Notícias 17/12/2015 - 21h52 Rio de Janeiro Embed

Carol Barreto

A Central do Brasil foi palco de mais um ato contra o genocídio da juventude negra nesta quinta-feira (17). A manifestação reuniu ativistas e familiares de jovens negros desaparecidos ou assassinados nos últimos anos.

 

Pai do jovem Carlos Eduardo de Souza, que foi morto por policiais militares em Costa Barros quando voltava de uma festa com amigos, Carlos Henrique de Souza comentou a decisão da Justiça de aceitar a denúncia oferecida pelo Ministério Público contra os agentes envolvidos no episódio.

 

A jornalista Silvia de Mendonça, também presente à manifestação, contou a história do sobrinho Luiz Henrique Mendonça, desaparecido desde 2005.

 

Os participantes da manifestação tinham cartazes contra o racismo e faixas lembrando os jovens assassinados. Uma delas trazia as fotografias dos cinco amigos mortos pela polícia quando voltavam de uma festa em Costa Barros no último dia 28 de novembro.

 

Segundo dados da Anistia Internacional, a cada ano aproximadamente 30 mil jovens entre 15 e 29 anos de idade são mortos no Brasil. 77% deles são negros. Menos de 10% dos casos chegam a ser julgados pela Justiça.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique