Fórum Social pede auditoria da dívida pública no Brasil

02:45 Direitos Humanos, Notícias 23/01/2016 - 17h42 Porto Alegre Embed

Camila Maciel

Movimentos sociais que participam do Fórum Social Temático em Porto Alegre aprovaram, na assembleia final do evento, três agendas comuns para as organizações.

 

A carta compromisso indica que o 1° de maio será um dia de luta na América Latina em defesa da democracia e de enfrentamento do conservadorismo e do que eles acham de tentantivas de golpe à democracia na região.

 

Foi aprovada ainda uma campanha para uma auditoria da dívida pública no Brasil. 

 

Os movimentos querem também acelerar a construção da Frente Brasil Popular, que reúne organizações e partidos de esquerda.

 

O presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT) do Rio Grande do Sul, Claudir Nespolo, disse que esta carta afirma as lutas específicas dos segmentos que defendem a ampliação de direitos na sociedade.

 

Nespolo destaca que a agenda por uma auditoria da dívida pública é uma forma de enfrentar o capital rentista.

 

Ao final do encontro, um coro tomou conta do auditório com palavras de ordem contrárias ao processo de impeachment contra Dilma Rousseff. A presidenta da União Nacional dos Estudantes (UNE), Catrina Vitral, reforçou o enfrentamento ao processo de impeachment. 

 

A assembleia de movimentos sociais marca o encerramento do Fórum Social Temático, que ocorreu em Porto Alegre desde o dia 19.

 

O evento é uma etapa preparatório para o Fórum Social Mundial, que ocorrerá em agosto em Montreal, no Canadá.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique