Viva Maria: Mudança na Lei Maria da Penha segue para votação no plenário do Senado

08:26 Direitos Humanos, Programetes 04/07/2016 - 04h00 Brasília Embed

Apresentação Mara Régia

Nesta edicão, Viva Maria se une à solidariedade que grande parte das mulheres brasileiras estão hipotecando à modelo Luiza  Brunet, que resolveu denunciar publicamente o seu agressor. 
O companheiro e  empresário Lírio Albino Parisotto, que estava com ela em Nova York, nos Estados Unidos, no último dia 21 de maio.


O caso ainda está sendo investigado, mas de qualquer forma Luiza Brunet, que a exemplo de tantas Marias vítimas da violência, conseguiu vencer o constrangimento e falar sem medo da agressão, passa a se chamar Luiza Coragem. 

 

Coragem a todas as mulheres que precisam cada vez mais romper com o silêncio que continua sendo o grande aliado dos homens que cometem violência doméstica. E que não se detém sequer diante da Lei Maria da Penha. 

 

E, apesar da intensa mobilização do movimento de mulheres e de várias organizações ligadas à defesa dos direitos da mulher, a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) aprovou, na última quarta-feira (29), as mudanças previstas no projeto de lei da Câmara (PLC 7/2016) que dispõem sobre alterações na Lei Maria da Penha. 


Alguns senadores ainda tentaram adiar a votação e enviar a proposta para uma outra audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), mas o esforço em torno dessa estratégia não teve sucesso.

 

Mesmo sem um debate amadurecido, a proposta segue agora para votação no plenário do Senado. A data ainda não foi agendada, mas vários grupos de mulheres continuam em movimento.

 

E o Viva Maria conversa nesta edição com a promotora legal popular Leila Rebouças, uma das integrantes desses  grupos. 

 

Viva Maria: Programete que aborda assuntos ligados aos direitos das mulheres e outros aspectos da questão de gênero. É publicado de segunda a sexta-feira. Acesse aqui as edições anteriores.

 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique