Pastoral do Migrante relata saúde precária de indígenas venezuelanos que estão em Manaus

02:51 Direitos Humanos, Notícias 10/05/2017 - 13h22 Manaus Embed

Bianca Paiva

A Pastoral do Migrante, ligada a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), relata a situação precária dos venezuelanos que estão em Manaus. Já o Ministério Público Federal (MPF) cobra providência do poder público.


Mais de 300 indígenas venezuelanos estão na capital amazonense. O principal auxílio para manter a estadia dos estrangeiros tem partido da igreja católica, mas os recursos estão ficando cada vez mais escassos e a situação cada vez mais grave.


De acordo com a Pastoral do Migrante, um adulto e uma criança morreram por circunstâncias ainda desconhecidas e uma epidemia de catapora atinge os menores, além de outras doenças que afetam os estrangeiros.


Segundo o padre Hudson, há dois meses os paroquianos têm mantido como podem alimentação e abrigo para eles, mas os recursos estão esgotando e os religiosos apelam para que o poder público tome providências.


O Ministério Público Federal, por sua vez, estuda medidas para que o poder público busque soluções para a situação dos venezuelanos que estão em Manaus.


O procurador Fernando Soave conta que, por enquanto, a atuação do órgão vai ser de aconselhamento às esferas municipal, estadual e federal, para que alguma providência seja tomada.


Se nada for feito, as autoridades vão ser responsabilizadas judicialmente, pelo Ministério Público.


A prefeitura de Manaus decretou situação de emergência social e espera ajuda do governo federal. O decreto determina, entre outras coisas, que a Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos priorize ações emergenciais humanitárias e solicita que todos os órgãos e entidades do município fiquem em alerta para atender às ações e atividades requeridas ou solicitadas pela pasta.


As secretarias municipal e estadual de Saúde também têm prestado atendimento aos estrangeiros que estão nas ruas.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique