Idosos do Rio terão um disque-denúncia específico para casos de violência e maus tratos

02:29 Direitos Humanos, Notícias 30/08/2017 - 20h53 Rio de Janeiro Embed

Lígia Souto

Os idosos moradores do Rio de Janeiro que sofrerem maus tratos, violência ou episódios de preconceitos poderão denunciar os crimes através de um canal específico de telefonia que será lançado pela Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Políticas para Mulheres e Idosos.

 

De acordo com o secretário Átila Nunes, a intenção é aproveitar o Dia do Idoso, comemorado em 1º de outubro, para inaugurar o disque denúncia específico para a população da terceira idade.

 

De acordo com o secretário, o alto número de ligações por parte dos idosos no Disque Combate ao Preconceito foi o que motivou a iniciativa. Nas duas primeiras semanas de funcionamento do canal, 28% das denúncias recebidas foram feitas por idosos.

 

O dado “surpreendeu”, já que a central telefônica também acolhe as queixas relacionadas a xenofobia, LGBTfobia, racismo, intolerância religiosa e violência contra a mulher.

 

Ainda de acordo com Átila Nunes, a principal reclamação das pessoas com mais de 65 anos é referente ao transporte público. O secretário afirma que falta, por parte de algumas empresas de ônibus, a garantia de direitos básicos como o acesso gratuito ao coletivo e que as denúncias permitem a cobrança de uma mudança na postura de motoristas e funcionários das concessionárias.

 

As denúncias no Disque Combate ao Preconceito são feitas pelo telefone 21 23349551. O serviço funciona de segunda a sexta-feira, das 10 da manhã às 4 da tarde.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique