Trocando em Miúdo: Dia Internacional dos Povos Indígenas ainda passa pela conquista de direitos

04:06 Direitos Humanos, Programetes 09/08/2017 - 02h00 Brasília Embed

Apresentação Eduardo Mamcasz

Olá, prezada pessoa ouvinte cidadã. Olá, pessoa indígena.

 

Hoje, 9 de agosto, o mundo comemora o Dia Internacional dos Povos Indígenas e os 10 anos da assinatura da Declaração Internacional dos Direitos dos Povos Indígenas. Então, lá vai a pergunta. Pelo menos aqui, no Brasil, o indígena é respeitado? Vamos nessa.

 

Primeiro, que direitos são esses que estão garantidos na declaração da ONU para os indígenas? Que direitos? Com a palavra a doutora em direito indígena, Sâmia Barbieri, ex-presidente da Comissão Permanente de Assuntos Indígenas da Ordem dos Advogados do Brasil de Mato Grosso (OAB-MT). Ela falou o seguinte na entrevista para a Rádio ONU, hoje ONU News.

 

Daí, passo para a pergunta logo a seguir. Doutora em Direito Indígenas, Sâmia Barbieri, neste Dia Internacional dos Povos Indígenas, 10 anos da declaração da ONU. Ela está sendo respeitada? Está sendo respeitado o direito dos povos indígenas?

 

Direto, então, para a voz de uma pessoa cidadã indígena, da Terra Indígena Icatu. E, para terminar, lembro um trecho do Trocando em Miúdo do Dia do Índio de 2016, que resume a situação que ainda existe neste Dia Internacional dos Povos Indígenas.

 

Então, tá. Inté e axé.

 

 

Trocando em Miúdo: Quadro do programa "Em Conta", da Rádio Nacional da Amazônia. Aborda temas relacionados a economia e finanças, traduzidos para o cotidiano do cidadão. É distribuído em formato de programete, de segunda a sexta-feira, pela Radioagência Nacional. Acesse aqui as edições anteriores.