Viva Maria: Cearenses cobram inauguração imediata da Casa da Mulher Brasileira

07:37 Direitos Humanos, Programetes 08/08/2017 - 04h00 Brasília Embed

Apresentação Mara Régia

O poder curativo do abraço é tão grande  que  um  sujeito australiano resolveu sair pelas ruas de Sydney, na Austrália com uma placa onde oferecia abraços gratuitos. O nome dele, Juan Mann, que por certo sabia que à vezes um abraço é tudo o que a gente precisa!

 

Além do mais o abraço forte e verdadeiro é capaz de liberar um hormônio que provoca um aumento dos sentimentos de compromisso e vínculo com a outra pessoa. Falo do hormônio do amor: a ocitocina!

 

Talvez por isso o amigo Tião Simpatia tenha escolhido fazer da música Quem ama abraça, um tema para embalar a mobilização de um sem número de pessoas que ontem (07) comemoraram em Fortaleza os 11 anos da Lei Maria da Penha com um ato de protesto pela inauguração imediata da Casa da Mulher Brasileira.

 

E para que possamos melhor avaliar a dimensão da força desse abraço vamos ouvir Darciane Barreto, coordenadora de Políticas para as Mulheres no estado do Ceará. Seja muito bem-vinda!

 

Viva Maria: Programete que aborda assuntos ligados aos direitos das mulheres e outros aspectos da questão de gênero. É publicado de segunda a sexta-feira. Acesse aqui as edições anteriores.