Casal de camponeses é assassinado em Mato Grosso

01:46 Direitos Humanos, Notícias 08/09/2017 - 20h45 Brasília Embed

Renata Martins

Teresinha Rios Pedroza e seu companheiro Aluísio da Silva Lara foram assassinados a tiros no sítio em que moravam na cidade de Nossa Senhora do Livramento.

 

Os corpos foram encontrados nesta quinta-feira (7) por um dos filhos do casal, na região conhecida como Mata Cavalo. 

 

Um vizinho dos agricultores, que mora a cerca de 500 metros, relatou aos policiais que ouviu disparos de arma de fogo no dia anterior.

 

Ao chegar na cena do crime, os polIciais também encontraram diversos animais mortos. 

 

Os assassinos mataram porcos e galinhas do casal. Outros animais, como vacas, desapareceram.

 

Teresinha era a atual presidente da União Nacional das Cooperativas de Agricultura Familiar e Economia Solidária de Mato Grosso. 

 

A liderança, tinha 55 anos e era filiada ao PT. 

 

Nas últimas eleições foi candidata a vice-prefeita.

 

Em nota, o Governo de Mato Grosso repudiou os assassinatos.

 

O secretário de Agricultura Familiar, Suelme Fernandes, classificou o acontecimento como uma barbárie contra as lideranças do setor e lembra que Teresa Rios representava a força da mulher rural guerreira que defendeu a reforma agrária.

 

De acordo com a nota, o governador Pedro Taques era amigo de Teresa e se prontificou a tomar todas as providências cabíveis para que o crime não fique impune.

 

O Movimento dos Trabalhadores Sem Terra também se manifestou, lamentou as mortes e reiterou que esse crime é mais um que aumenta as estatísticas assombrosas da violência no campo.

 

A Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa comanda as investigações no local e as buscas pelos assassinos.