Intolerância religiosa causou a morte de 10 sacerdotes no Pará desde 2015

03:02 Direitos Humanos, Notícias 13/10/2017 - 12h45 Belém Embed

Felipe Feitosa, da Rádio Cultura

A violência contra expressões religiosas ainda é uma realidade no Brasil. Dados da Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos mostram que, em 2015, foram registradas 556 denúncias.


Os exemplos não são difíceis de achar. Um deles é o caso de Mãe Patrícia de Iemanjá. Há meses ela sofre perseguição por parte de um vizinho, por pertencer a uma tradição de matriz africana no distrito de Outeiro.


Dados do Comitê Nacional de Diversidade Religiosa mostram que no Pará, entre 2015 até hoje, dez sacerdotes foram assassinados.


Confira os detalhes na matéria de Felipe Feitosa.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique