Mulheres protestam no Rio contra criminalização do aborto em caso de estupro

01:37 Direitos Humanos, Notícias 13/11/2017 - 19h23 Rio de Janeiro Embed

Joana Moscatelli

Mulheres protestaram nesta segunda-feira contra o projeto que pretende criminalizar o aborto até em caso de estupro e risco de vida para a gestante. Os atos foram marcados em 31 cidades brasileiras.

 

No Rio de Janeiro, as manifestantes se reuniram com faixas e cartazes na Cinelândia, região central da capital fluminense. Liliana Maiques, da Frente Estadual de Luta Contra a Criminalização do Aborto, ressaltou que a ideia é pressionar o Congresso Nacional e alertar a sociedade sobre o que está sendo discutido pelos deputados federais em Brasília.

 

O movimento contrário à mudança apelidou a Proposta de Emenda à Constituição 181 de Cavalo de Troia porque a sua ideia original era ampliar os direitos das mães de bebês prematuros.

 

No entanto, a Comissão Especial da Câmara dos Deputados que analisa a PEC aprovou emenda que proíbe o aborto em casos que são permitidos por lei desde 1940. Foram 18 votos de deputados homens contra 1 de uma parlamentar mulher. O plenário da Câmara dos Deputados pode votar ainda esse ano a proposta de lei.