Grupo resgata 5 trabalhadores em situação semelhante à escravidão em fazenda no Pará

01:13 Direitos Humanos, Notícias 07/02/2018 - 10h01 Brasília Embed

Bianca Paiva

Cinco trabalhadores em situação degradante foram resgatados de uma fazenda de gado em São Geraldo do Araguaia, no sul do Pará.


A ação ocorreu entre os dias 18 e 29 de janeiro e foi a primeira realizada este ano pelo Grupo Especial de Combate ao Trabalho Análogo ao de Escravo do Ministério do Trabalho.

 

Segundo a pasta, os trabalhadores não possuíam o registro em carteira e recebiam salário inferior ao salário mínimo.

 

Muitos dormiam em redes nas varandas e eram obrigados a arcar com as despesas de energia elétrica da fazenda. Também não recebiam alimento do empregador e a água que alguns deles consumiam tinha coloração barrenta e era filtrada em panos.


O  Ministério do Trabalho informou que dono da fazenda se comprometeu a regularizar a situação e pagou cerca de R$ 55 mil entre direitos trabalhistas e indenização por danos morais individuais.


Além disso, todos os trabalhadores receberam documentação para o Seguro Desemprego e foram encaminhados pela fiscalização para as cidades de origem.