Conselho denuncia ao governo do Pará violências no campo e nas cidades

03:00 Direitos Humanos, Notícias 14/06/2018 - 10h30 Brasília Embed

Renata Martins

O Conselho Nacional de Direitos Humanos (CNDH) apresentou denúncias de violações ao governador do Pará. O estado lidera o 'ranking' de mortes por conflitos agrários no país.


O grupo foi à capital paraense devido ao volume de denúncias que chegam ao conselho, principalmente relativas à violência no campo, conflitos socioambientais e violência urbana.


Durante a visita, que teve início na segunda-feira (11), o conselho ouviu organizações da sociedade civil e vítimas de violência.


O vice-presidente do CNDH, o advogado Darci Frigo, destacou a morte de 16 pessoas em Anapu, nos últimos 2 anos, sem que nenhum caso tivesse a autoria identificada.


O advogado também destacou que moradores da região metropolitana de Belém denunciam o crescimento de chacinas.


Nessa quarta-feira (13), conselheiros se reuniram com o governador Simão Jatene para discutir soluções voltadas para o enfrentamento das diversas questões envolvendo direitos humanos no estado.


O procurador-geral do Estado, Ophir Cavalcante Junior, falou sobre o encontro.

 

“Nós temos um desafio muito grande. É um estado de dimensões continentais. Tem problemas fundiários muito grandes não ocasionados apenas pelo Estado, mas pela União, também, e que precisa de uma solução integrada. Eu tenho certeza que as medidas que estão sendo adotadas pelo governo do Pará, na questão ambiental e na segurança pública, demonstraram ao conselho que o governo está trabalhando para resolver tais problemas sociais.”


Darci Frigo citou algumas providências que o governo paraense se comprometeu em adotar.


O CNDH é vinculado ao Ministério de Direitos Humanos e é formado por representantes do poder público e da sociedade civil.