ONU lamenta morte de adolescente na Maré

01:32 Direitos Humanos, Notícias 27/06/2018 - 12h53 Brasília Embed

Ícaro Matos

A Organização das Nações Unidas (ONU) lamentou a morte de Marcus Vinícius da Silva, de 14 anos, baleado enquanto ia para a escola, durante uma operação da Polícia Civil, no Complexo de Favelas da Maré, zona norte do Rio de Janeiro, no último dia 20.


De acordo com o comunicado divulgado nessa terça-feira (26), pelo escritório da instituição no Brasil, a morte do estudante é um exemplo do trágico número de 31 homicídios de crianças e adolescentes, que acontecem por dia no país.


Ainda segundo a ONU, 11.403 adolescentes, entre 10 e 19 anos, foram assassinados no Brasil somente em 2015, maior número absoluto de mortes de pessoas nesta faixa etária, no mundo.


O mesmo levantamento também mostra que os adolescentes negros são três vezes mais vulneráveis a mortes violentas em comparação com os brancos, na mesma faixa etária.


As Nações Unidas também lançaram a campanha "Vidas Negras", pelo fim do racismo e da violência letal contra a população negra.


Nesta quarta-feira, moradores do Complexo da Maré realizam um ato pelo fim da violência, em memória de Marco Vinícius.


De acordo com os organizadores do evento, alunos e professores de várias unidades educacionais da Maré vão sair em passeata de seus colégios em direção à Escola Vicente Mariano, onde o adolescente estudava.


Lá, eles vão se reunir para dar um abraço simbólico na escola.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique