Mais quatro cidades vão receber venezuelanos que entram no Brasil por Roraima

01:54 Direitos Humanos, Notícias 16/07/2018 - 20h45 Brasília Embed

Samanta do Carmo

Cento e vinte e seis venezuelanos que chegaram ao Brasil por Roraima serão transportados terça-feira, dia 24, para as cidades de Brasília, Cuiabá, São Paulo e Rio de Janeiro.

 

A ação faz parte do processo de interiorização dos imigrantes que fogem da crise política e econômica na Venezuela. Outros 690 venezuelanos já estão vivendo em cidades brasileiras desde março, quando o programa de interiorização teve início.

 

Esta é a quinta etapa do programa e, pela primeira vez, a capital federal, Brasília, vai receber um grupo de imigrantes. Serão 50 pessoas que ficarão alojadas no abrigo Aldeias Infantis SOS, organização não governamental que atua na assistência de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade.

 

Brasília e Rio de Janeiro vão receber prioritariamente famílias maiores. São Paulo e Cuiabá vão receber homens e mulheres sozinhos, além de famílias de mulheres com crianças.

 

Quem define o local para onde os imigrantes serão levados é o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, ACNUR. A Força Aérea Brasília é responsável pelo transporte, e quem comanda o processo de interiorização é a Casa Civil da Presidência da República.

 

Os venezuelanos que participam do programa são voluntários. Em junho, um dos imigrantes, abrigado em São Paulo, morreu vítima de pneumonia e surgiram denúncias sobre a situação dos abrigos.

 

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, afirmou que o"tratamento é feito com a maior dignidade possível". O Ministério Público paulista investiga o caso. Até junho deste ano, 24 mil cidadãos da Venezuela entraram com o pedido de refúgio no Brasil.

Deseja fazer algum tipo de manifestação?

Favor copiar o link do conteúdo ao apresentar sua sugestão, elogio, denúncia, reclamação ou solicitação.