Trabalhadores em situação análoga à escravidão são resgatados em São Paulo

02:07 Direitos Humanos, Notícias 17/08/2018 - 10h42 São Paulo Embed

Eliane Gonçalves

Pelo menos 22 trabalhadores foram resgatados nessa quinta-feira (16) em São Bernado do Campo, na Grande São Paulo.

 

Eles eram vítimas de um esquema de tráfico de pessoas e de trabalho semelhante ao escravo e foram localizados a partir das investigações da Polícia Federal e ministério do Trabalho.


Os trabalhadores resgatados em São Bernado foram vítimas de um grupo que aliciava pessoas no interior do Ceará e que chegavam na cidade do ABC paulista já endividadas com o empregador, eram mantidas em alojamentos em condições degradantes e iam trabalhar como vendedoras ambulantes de laticínios.

 

Além desse, a operação investiga outros dois casos de empresas do ramo de costura que são suspeitas de aliciar estrangeiros em albergues da capital, prometendo trabalho formal. Mas quando as pessoas chegavam aos locais de trabalho, eram obrigadas a assinar contratos em que se comprometiam a pagar aluguel, vestuário e refeições ao empregador. Tudo com preços muito maiores que os do mercado.

 

No final, os trabalhadores se endividavam e ficavam cada vez mais dependente às empresas. Segundo as investigações, a jornada de trabalho nessas empresas podia chegar a 18 horas.

 

Apesar de semelhantes a apuração feita até agora mostra que são esquemas independentes.

 

Segundo a Polícia Federal, trabalhadores que estiverem em situação irregular, vão ter os contratos regularizados.

 

Estrangeiros em situação irregular vão ser encaminhados para a Polícia Federal para começarem o processo de regularização no país.

 

Já os envolvidos nos esquemas podem responder pelo crime de tráfico de pessoas com a finalidade de exploração do trabalho escravo, e podem cumprir penas que variam de  4 a 8 anos de prisão e multa.

 

Até o fechamento da reportagem, a Polícia Federal ainda não tinha divulgado  um balanço da  operação que foi batizada como Eleutheria, mas segundo o Ministério Público do Trabalho, que também participa da operação, os trabalhos seguem nessa sexta-feira (17), quando será divulgado um balanço.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique