Prefeitura contrata detentos para trabalhar nas ruas de Cuiabá

01:55 Direitos Humanos, Notícias 26/10/2018 - 10h15 Brasília Embed

Renata Martins

Detentos de Mato Grosso serão contratados pela prefeitura da capital para trabalhos de zeladoria nas ruas de Cuiabá.

 

Os primeiros 100 reeducandos do Sistema Prisional de Mato Grosso começam a atuar a partir de 1º de novembro, próxima quinta-feira.

 

Os detentos vão trabalhar em serviços como limpeza, pintura de meio-fio, varrição, limpeza de córrego e na área da construção.

 

A ação faz parte de um acordo firmado entre a prefeitura cuiabana e o governo estadual. Ao todo, 600 presos devem ser contratados: 350 homens em regime fechado e outros 200 do semiaberto. A parceria assegura também pelo menos 50 vagas para mulheres.

 

Como o trabalho será nas ruas, o secretário Municipal de Serviços Urbanos, José Roberto Stopa, explica como será a seleção e a supervisão dos presos. Segundo ele, os presos são monitorados por tornozeleira e há um critério rígido na seleção de quem irá trabalhar.  

 

O trabalho será remunerado. Cada detento vai receber um salário mínimo de R$ 954.

 

De acordo com a prefeitura de Cuiabá, o dinheiro será depositado em conta bancária dos apenados do semiaberto. Já o pagamento dos presos que cumprem pena no regime fechado será divido em duas partes, uma vai para a família e outra depositada em uma caderneta de poupança, para ser entregue ao condenado quando posto em liberdade.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique