Após formação, refugiados venezuelanos buscam oportunidade de emprego e renda

01:40 Direitos Humanos, Notícias 06/11/2018 - 16h11 Brasília Embed

Maísa Penetra

Capacitar refugiados venezuelanos e dar à essas pessoas uma profissão. Esse é o objetivo do Projeto Oportunizar, feito em parceria entre o Centec, o Centro de Ensino Técnico, e a Acnur - Agência da ONU para Refugiados.

 


E na última segunda-feira (05) 100 refugiados se formaram nesse programa. Foram capacitados para as mais diversas profissões, como auxiliar de cozinha e confeitaria, auxiliar administrativo, manicure e instalador de refrigeração e climatização doméstica.

 

A professora Nathalia Flores, que é coordenadora pedagógica do Centec, diz que o projeto surgiu a partir da grande quantidade de venezuelanos que Manaus tem recebido.

 

E os cursos profissionalizantes foram uma tentativa de ajudar na inserção dos imigrantes na sociedade, de forma digna.

 

A professora faz um apelo aos empresários manauaras, de pequenas, médias e grandes empresas que sejam sensíveis e ajudem a garantir emprego e renda para os refugiados.

 

Não há previsão de abertura de novas turmas. Segundo o Cetec, o próximo passo, que já está em andamento, é auxiliar a inserção dos formados no mercado de trabalho.