Familiares denunciam agressões a detentos em presídio de Palmas

01:15 Direitos Humanos, Notícias 12/11/2018 - 19h38 Brasília Embed

Bianca Paiva

Agressões, xingamentos, uso de bala de borracha, spray de pimenta, coronhadas e até tiros. A violência é a marca das revistas gerais a detentos do Pavilhão A da CPP, a Casa de Prisão Provisória de Palmas, conforme denúncia de familiares à Defensoria Pública do Estado do Tocantins.

 

Um grupo de mulheres, formado por esposas e mães de internos, procurou o Núcleo Especializado de Assistência e Defesa ao Preso para relatar violações de direitos. Elas também afirmam que são alvo de xingamentos, humilhações e revistas vexatórias durante as visitas, principalmente quando o plantão é de agentes penitenciários específicos.

 

A Defensoria Pública do Tocantins informou que, após divulgar a denúncia nesta segunda-feira, conseguiu agendar para a manhã desta terça-feira uma inspeção na CPP. O órgão diz que vem enfrentando dificuldades para entrar no presídio.

 

A Defensoria também pediu esclarecimentos à Secretaria Estadual de Cidadania e Justiça sobre as agressões. Em nota, a pasta informou que vai averiguar as supostas denúncias e que responderá no prazo determinado.

Deseja fazer algum tipo de manifestação?

Favor copiar o link do conteúdo ao apresentar sua sugestão, elogio, denúncia, reclamação ou solicitação.