Governo do Amazonas tem 10 dias para resolver situação de venezuelanos acampados em Manaus

01:13 Direitos Humanos, Notícias 18/12/2018 - 20h17 Brasília Embed

Bianca Paiva

O Ministério Público Federal e a Defensoria Pública da União deram 10 dias para o Governo do Amazonas e a Prefeitura de Manaus implementarem medidas para amenizar a situação precária dos venezuelanos que estão no entorno da rodoviária de Manaus.

 

Atualmente, cerca de 130 imigrantes vivem na área em acampamento improvisado.

 

Os governos estadual e municipal também devem apresentar um cronograma, em 30 dias, para implementação de um abrigo temporário.

 

Segundo o MPF, devem ser adotadas ações como a instalação de barracas e de banheiros químicos, bem como o oferecimento de atendimento médico e serviços de patrulhamento e segurança.

 

O órgão esclarece que a recomendação, entregue na segunda-feira (17), tem força de notificação e, caso não seja cumprida, pode acarretar medidas administrativas e judiciais.

 

O Governo do Amazonas informou que já vem realizando várias ações de acolhimento dos venezuelanos, que atendem essas recomendações, inclusive com ações de saúde e de assistência social.

 

A Prefeitura de Manaus não respondeu até o fechamento desta matéria.
 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique