Mais de 3 mil idosos sofreram agressões no Rio de Janeiro em 2018, revela instituto

02:55 Direitos Humanos, Notícias 02/10/2019 - 11h55 Rio de Janeiro Embed

Tatiana Alves

No estado do Rio de Janeiro, 61% das agressões contra idosos acontecem dentro da casa da própria vítima.

 

A informação está no Dossiê Pessoa Idosa, divulgado nessa terça-feira (1º) pelo Instituto de Segurança Pública.

 

Entre as ocorrências mais comuns e de maior repercussão estão lesão corporal dolosa, ameaça, maus tratos, estelionato, extorsão e homicídio.

 

Segundo o dossiê, no ano passado, foram registradas mais de 4,5 mil ameaças a idosos, a maioria mulheres brancas com idade entre 60 e 69 anos.

 

O documento também informa que quase 3,5 mil idosos sofreram agressões no Rio de Janeiro, também em 2018, sendo os autores pessoas do convívio das vítimas que, em sua maioria, tinham entre 60 e 69 anos. Em mais de 70% dos casos o crime ocorreu na própria residência.

 

O estelionato também representa uma parte importante do estudo, que apontou 9.881 casos contra idosos, boa parte deles mulheres. 

 

Outro dado é que os estabelecimentos financeiros foram o local de mais de um terço das ocorrências.

 

O estudo do ISP mostra, ainda, que os idosos foram alvo de assaltos em via pública.  Nada menos do que 3.723 notificações. 

 

As informações divulgadas no dossiê têm como fonte os registros de ocorrências da Secretaria Estadual de Polícia Civil.

 

O autor do estudo, o pesquisador da Coordenadoria de Projetos do ISP, Emanuel Caldas, afirma que mesmo entre a população idosa, a vitimização de alguns crimes se mantém nas mesmas proporções do resto da população.

 

 

De acordo com Instituto de Segurança Pública, o Rio de Janeiro tem 2,9 milhões idosos que correspondem a 16,8% da população do estado. 

 

Em relação ao Brasil, dados do IBGE, divulgados em 2018, apontaram mais de 208 milhões de brasileiros sendo cerca de 28 milhões com mais de 60 anos de idade. 

 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique