Refugiados da guerra na Síria passam a ter direito a visto com residência imediata no Brasil

01:29 Direitos Humanos, Notícias 09/10/2019 - 22h48 São Paulo Embed

Eliane Gonçalves

Mudança nas regras do visto humanitário para pessoas afetadas pela guerra na Síria foi publicada em portaria do Ministério da Justiça, no Diário Oficial desta quarta-feira.

 

A nova regra garante residência imediata às pessoas que tiverem esse tipo de visto.

 

Segundo o Comitê Nacional para os Refugiados, a medida vai facilitar a concessão de visto, evitando o tempo de espera por parte do solicitante.

 

O visto humanitário é uma categoria diferenciada dos vistos tradicionais como o de turista ou de trabalho. Foi criado em 2012 como uma alternativa à concessão de refúgio para os haitianos e em 2013 passou a ser concedido também para os sírios.

 

Para conseguir o visto, a pessoa pode procurar o consulado do Brasil em Beirute, no Líbano; Amã, na Jordânia; Cairo, no Egito; ou em Istambul e Ancara, na Turquia.

 

O visto temporário vai ter 90 dias de validade e chegando ao Brasil, a pessoa precisa procurar uma unidade da Polícia Federal para dar entrada na Carteira de Registro Nacional Migratório.

 

Com o documento é possível fazer o CPF e a carteira de trabalho.

 

Segundo a ACNUR, em todo o mundo existem 26 milhões de refugiados, desse total, quase 7 milhões são sírios. O Brasil acolhe menos de 0,05% do total, pouco mais de 11 mil refugiados. Desses, 36% são sírios.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique