'Quem está de pé ajuda quem está caído', diz cabeleireira que realiza ação social há 15 anos no DF

01:17 Direitos Humanos, Notícias 30/11/2019 - 09h12 Brasília Embed

Marcela Rebelo

“Quem está de pé ajuda quem está caído”. 

 

Esse é o lema da cabeleireira Glícia Ribeiro que realiza um trabalho social com moradores em situação de rua no Beco do Amor, localizado na Avenida Central do Núcleo Bandeirante, próximo a Brasília.

 

Tudo começou há quinze anos, quando ela comercializava roupas usadas.

 

Sonora: " Eu tinha um bazar onde as clientes compravam. E eu colocava preços mais baixos. Muitos moradores de rua pediam peças. Eu separei umas roupas e deixei na porta da loja para que eles pegassem. Foi um sucesso tão grande que eu doei todo o bazar."

 

Sem mercadoria, ela se viu obrigada a abrir um salão de cabeleireiro para sobreviver; e hoje, corta cabelo de graça, doa roupas usadas que recolhe das clientes e oferece café da manhã a cerca de 80 pessoas carentes por semana.

 

A ação social da cabeleireira Glícia Ribeiro cresceu e mobilizou a comunidade.

 

Passou a contar com apoio de sua equipe, composta hoje de oito pessoas; dos clientes; de donos de padarias e lanchonete para oferecer alimentação. 

 

Sonora: "Por incrível que pareça 90% são clientes do salão. Elas vão fazer unha, já levam um pão, um bolo, um pacote de arroz.''

 

Ela conta como a vida lhe deu forças para ser guerreira.

 

Sonora: "Sou de família muito humilde e a gente ganhava muita ajuda quando eu era criança. Sempre lembro que quando alguém levava alguma coisa era tão bom. A gente ficava tão feliz. E eu sempre dizia pra Deus que se um dia eu pudesse ajudar eu iria ajudar. E hoje me sinto em condições de ajudar e quero fazer ainda mais."

 

Quem quiser participar da ação social e de cidadania de Glícia Ribeiro basta ir ao Beco do Amor, na Avenida Central número 227, Núcleo Bandeirante ou ligar para o número 61 98121 4193. 

 

* Com produção de Renato Lima. 

 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique