Mobilidade: Lei do DF amplia atendimento em shoppings e supermercados a pessoas com deficiência

02:14 Direitos Humanos, Notícias 15/12/2019 - 16h49 Brasília Embed

Bianca Paiva

Shoppings, supermercados, centros comerciais e estabelecimentos com áreas de vendas superiores a 500 metros quadrados vão ter de instalar nos estacionamentos e entradas placas indicativas com a localização de carrinhos de compras e cadeiras de roda.

 

A lei que altera a Política Distrital para Integração da Pessoa com Deficiência foi sancionada e publicada no Diário Oficial do DF na última semana. 

 

A medida pretende facilitar o acesso de pessoas com deficiência ou dificuldades de locomoção nesses locais.

 

É o caso da cadeirante Nildes Santiago, que diz que muitas vezes tem que empurrar o próprio carrinho e tem dificuldade de acesso ao produto e para se locomover dentro do estabelecimento comercial. 

 

De acordo com a lei, 2% dos carrinhos disponíveis terão que estar adaptados e outros 2% deverão ter cadeirinha para criança que também têm algum tipo de deficiência ou mobilidade reduzida. 

 

O presidente do Sindicato dos Supermercados, Gilmar Pereira, diz que a lei deveria contemplar um espaço maior para esses estabelecimentos comerciais.

 

Os estabelecimentos terão 180 dias para se adaptar a essas novas exigências da lei.

 

Quem não cumprir ficará sujeito a penalidades a serem definidas e regulamentadas pelo Governo do Distrito Federal.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique