Metalúrgicos da GM aprovam suspensão temporária de contrato

01:00 Economia, Notícias 27/08/2014 - 11h35 São Paulo Embed

Magda Calipo

Os metalúrgicos da General Motors de São José dos Campos, no interior paulista, aprovaram a proposta da montadora de suspensão coletiva e temporária de contrato de trabalho, o chamado “layoff”. A decisão foi tomada em assembleia nesta terça-feira (26).

 

De acordo com o sindicato, a GM pode aplicar essa suspensão para até 930 funcionários, por cinco meses, entre 8 de setembro e 7 de fevereiro do ano que vem, com garantia de seis meses de emprego quando retornarem. A proposta anterior da empresa suspendia temporariamente o contrato de 968 trabalhadores, mas depois de reivindicações da categoria a montadora aceitou baixar o número.

 

Durante o período de vigência da medida, parte dos salários é paga pelo governo federal, por meio do Fundo de Amparo ao Trabalhador (o FAT) e funcionários são obrigados a fazer cursos de qualificação promovidos pelo FAT.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique