Servidores federais reivindicam 27,3% de reajuste salarial

02:01 Economia, Notícias 25/06/2015 - 23h19 Brasília Embed

Victor Ribeiro

Representantes do Ministério do Planejamento e do Fórum dos Servidores Públicos Federais estiveram reunidos nesta quinta-feira (25) para começar a construir um acordo em relação ao reajuste salarial dos trabalhadores. Desde março, as duas partes já se reuniram outras 54 vezes para apresentar propostas.

 

Os sindicalistas reivindicam reajuste salarial de 27,3%, mas, para o governo, o valor máximo possível é de 21,3%, parcelado em quatro anos. Seriam aumentos de 5,5% no ano que vem; 5% em 2017; 4,8% em 2018 e 4,5% em 2019. Esses percentuais já levam em consideração as projeções de inflação feitas pelo mercado e o impacto da folha de pagamento nas projeções do PIB.

 

Agora, cada categoria vai fazer sua própria avaliação. Para Rogério Marzola, coordenador geral da Federação dos Técnico-Administrativos em Instituições de Ensino Superior (Fasubra), a proposta do governo não contempla os trabalhadores.

 

Sonora: “A proposta é extremamente insuficiente. O governo, sob a retórica de que a gente não tenha perdas no poder aquisitivo, começa propondo que nós esqueçamos todas as perdas que tivemos até o presente momento, que os 27% sejam descartados, que a inflação desse ano seja desconsiderada e que só se pense no futuro a partir daí”.

 

O secretário de Relações de Trabalho do Ministério do Planejamento, Sérgio Mendonça, explicou que as negociações ainda não terminaram.

 

Sonora: “Nós agora vamos aguardar o retorno das entidades sindicais. Elas vão avaliar essa proposta. É a maior parte de impacto orçamentário essa proposta que o governo trouxe. Nos parece uma proposta bastante defensável, com muita racionalidade. Aguardando esse retorno, nós vamos fazer novos movimentos de discussão da negociação”.

 

O governo vai voltar a se reunir com as entidades sindicais no dia sete de julho. O objetivo é concluir as negociações ainda no início do segundo semestre.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique