Trabalhadores da Mercedes-Benz entram em licença remunerada

01:44 Economia, Notícias 07/08/2015 - 11h56 São Paulo Embed

Magda Calipo

Trabalhadores da área produtiva da Mercedes-Benz em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, entram em licença remunerada nesta sexta-feira (7) até o dia 21 de agosto.

 

A montadora está adotando medidas para gerenciar o pessoal excedente, cerca de 2 mil, há pelo menos um ano e estuda novos ajustes a partir de 1º de setembro.

 

A empresa negociou com o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC a adesão ao Plano de Proteção ao Emprego (PPE), do governo federal, mas a proposta foi rejeitada por 74% dos empregados da unidade no início de julho.

 

O PPE permite a redução temporária da jornada de trabalho, com diminuição de até 30% do salário. Para isso, o governo arca com 15% da redução salarial.

 

O sindicato do ABC disse que não vai aceitar demissões. Cinco das seis montadoras de veículos da região estão em São Bernardo do Campo: Volkswagen, Ford, Mercedes-Benz, Scania e Toyota.

 

Ao todo, a base do sindicato soma cerca de 90 mil trabalhadores. A entidade informou que, de janeiro a maio, cerca de 4 mil postos de trabalho foram fechados.

 

Nas demais montadoras, a situação permanece a mesma. A Ford informou que está com um programa de demissão voluntária (PDV) em aberto até esta sexta-feira (7) na unidade de São Bernardo do Campo.

 

Em julho, foram feitas paradas temporárias na fábrica para ajustar o ritmo de produção à demanda.

 

Situação melhor estão as montadoras Scania e Toyota, onde não houve demissões, nem uso de mecanismos temporários para equilíbrio da mão de obra, como layoff, férias coletivas ou banco de horas.

 

A Volkswagen não atendeu ao pedido de informações da reportagem até a publicação desta matéria. 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique