Supersimples é estendido a micro e pequenos produtores de bebidas alcoólicas

02:03 Economia, Notícias 03/09/2015 - 07h00 Brasília (DF) Embed

Lucas Pordeus Leon

O texto aprovado nessa quarta-feira (2) pela Câmara dos Deputados amplia o limite do faturamento das empresas que participam do SuperSimples, que é o regime especial para pagar menos impostos. O projeto segue agora para o Senado.

 

A proposta aumenta o limite da receita anual para empresas que se enquadram como pequena ou micro e, com isso, pagam menos tributos.

 

O empreendedor Alexandre Ferreira tem um negócio de doces. Ele argumenta que ficar no SuperSimples é mais vantajoso.

 

Para uma empresa participar do SuperSimples hoje, ela deve ter um faturamento anual de, no máximo, R$ 3,6 milhões. Com o projeto, o limite pode chegar até a R$ 14,4 milhões no caso de indústrias. Um aumento de cerca de 400%.

 

O texto base do projeto havia sido votado na terça-feira (1º). Ontem (2), foi aprovada a inclusão dos pequenos produtores de bebidas alcoólicas no Super Simples.

 

O empresário Fábio de Carvalho tem uma empresa de pequeno porte. Segundo ele, o negócio enfrenta dificuldades para crescer, por causa do aumento de impostos que isso acarreta.

 

A Receita Federal era contra a proposta por entender que aumentar o número de empresas no SuperSimples geraria perda na arrecadação. Por isso, foi acertado que novas as regras começam a valer somente a partir de2017.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique