Pais são os primeiros a quem consumidor pede socorro financeiro

01:25 Economia, Notícias 13/07/2016 - 14h48 Brasília Embed

Graziele Bezerra

Uma pesquisa do SPC Brasil revela que quatro em cada dez brasileiros já pediram o nome emprestado para fazer compras a crédito.


Imprevistos, nome sujo e limite de crédito estourado são as principais razões que levaram essas pessoas a recorrer a esse tipo de favor.


Os consumidores apelam principalmente aos familiares. Os pais aparecem em primeiro lugar na lista de quem presta socorro, depois vem os irmãos e os cônjuges.


Mas a lista dos amigos da vez financeiros não para por aí. Amigos, namorados e colegas de trabalho também costumam emprestar o nome para tirar alguém do sufoco.


Outra informação revelada é que o cartão de crédito é o meio de pagamento mais solicitado pelos consumidores para realizarem compras em nome de outra pessoa.


Trinta e três por cento dos entrevistados já pediram cartão emprestado. Em seguida estão cartões de loja, crediário ou carnê e o cheque.


Segundo especialistas do SPC, ao assumir a dívida de terceiros, a pessoa passa a responder por todas as consequências financeiras e jurídicas da situação, caso o tomador do nome emprestado não consiga pagar a conta.


A pesquisa ouviu 674 consumidores em todos os estados.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique