Meirelles diz que governo não vai sacrificar ajuste fiscal para ajudar estados

00:00 Economia, Notícias 10/04/2017 - 19h10 Rio de Janeiro Embed

Joana Moscatelli

A negociação do acordo de recuperação fiscal do Rio de Janeiro com a União já está em estágio avançado. Segundo o ministro da Fazenda Henrique Meirelles, o estado fluminense já aceitou todas as condições do pacto, que incluem cortes de despesas e a privatização da Companhia Estadual de Águas e Esgotos, a CEDAE.

 

Durante entrevista nesta segunda-feira na Bolsa de Valores do Rio de Janeiro, o ministro ressaltou que o governo federal não fará nenhum aporte de recursos nem perdoará dívidas dos estados que aderirem ao projeto de recuperação fiscal.

 

Durante a visita ao Rio de Janeiro, o ministro também comentou que a reforma da Previdência deverá seguir para votação no plenário da Câmara dos Deputados nas próximas semanas.

 

Após participar do seminário Previdência Social no Brasil, Meirelles afirmou que a aprovação do texto final da reforma da Previdência é fundamental para a retomada da economia já em 2017.

 

Para Meireles caso a reforma não saia ou venha a ser desfigurada a situação ficará insustentável. Ainda segundo o ministro, a reforma não é uma questão de opinião mas de necessidade.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique