Trocando em Miúdo: Cadastro positivo pode ajudar o consumidor a ter um empréstimo com juro menor?

03:33 Economia, Programetes 19/05/2017 - 02h19 Brasília Embed

Apresentação Eduardo Mamcasz

Olá, prezada pessoa ouvinte cidadã.

 

Neste maio, estou de férias em Berlim, Alemanha. Mas este Trocando em Miúdo, de 10 de janeiro deste ano, vale a pena ouvir de novo. Vamos nessa!

 

A prosa de hoje é sobre a mudança do cadastro positivo do consumidor interessado, por exemplo, em comprar alguma coisa a prestação. Até agora, a loja só podia fazer o cadastro da pessoa se ela permitissse. A partir de agora, muda. A loja pode fazer, sem a pessoa saber, o seu cadastro e, portanto, o positivo, se for o caso.

 

O que parece uma coisa simples, se a gente procurar aparece. Por exemplo. E se tiver alguma coisa que impeça que meu cadastro seja positivo por um erro que não seja meu, mas de alguma loja. Outra coisa. Se eu tenho cadastro positivo então teria que ter juros menores, preços melhores e tal. Que nem no seguro de carro. Tem uma pontuação.

 

Para explicar melhor esta história de cadastro positivo automático, a gente conversa com a coordenadora da Proteste – Associação de Consumidores, Maria Inês Dolci.

 

Ouça de novo o programa.

 

Então, tá. Inté e axé.

 

 

Trocando em Miúdo: Quadro do programa Em Conta, da Rádio Nacional da Amazônia. Aborda temas relacionados a economia e finanças, traduzidos para o cotidiano do cidadão. É distribuído em formato de programete, de segunda a sexta-feira, pela Radioagência Nacional. Acesse aqui as edições anteriores.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique