Trocando em Miúdo: Preço diferente conforme tipo de pagamento começa a valer e entidades divergem

03:44 Economia, Programetes 28/06/2017 - 02h11 Brasília Embed

Apresentação Eduardo Mamcasz

Olá, prezada pessoa ouvinte e cidadã.

 

Sancionada a lei que permite ao comerciante dar desconto ao cliente dependendo da forma do pagamento que ele escolher, o que antes não era permitido pelo Código do Consumidor. Agora, tem os dois lados. Quem compra e quem vende. Quem paga com cartão de crédito acaba pagando mais caro. Quem agradece é o lojista, o comerciante.

 

Quem está com a gente é o superintendente da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL), Everton Correia, doutor em economia. Já tem até os resultados de uma pesquisa: 77% dos varejistas, lógico, acham a permissão positiva, legal. E 33% dos comerciantes dizem que já está havendo aumento das vendas por isso. Pelo desconto, bem lembrado. Então, vamos lá.

 

Everton Correia, superintendente da CNDL, primeiro, este desconto beneficia que tipo de comprador? Segundo, é bom lembrar. Dar desconto, permitido agora pela lei, não é algo obrigado, não é mesmo?

 

Agora, tem o outro lado. As associações de defesa dos consumidores acham que não é legal quem paga com cartão de crédito pagar mais caro. Sem contar, dizem, o risco dos lojistas primeiro aumentarem o preço para, depois, dar o desconto. Com a palavra a coordenadora institucional da Proteste – Associação de Defsa dos Consumidores, Maria Inês Dolci.

 

Então, tá. Inté e axé.

 

 

 

 

Trocando em Miúdo: Quadro do programa "Em Conta", da Rádio Nacional da Amazônia. Aborda temas relacionados a economia e finanças, traduzidos para o cotidiano do cidadão. É distribuído em formato de programete, de segunda a sexta-feira, pela Radioagência Nacional. Acesse aqui as edições anteriores.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique