Emprego com carteira assinada cresce pelo quarto mês seguido este ano

01:29 Economia, Notícias 09/08/2017 - 18h27 Brasília Embed

Anna Luisa Praser

O número de vagas formais de empregos cresceu pela quarta vez seguida neste ano, no país. Dados preliminares do Cadastro Geral de Empregos e Desempregos, o Caged, mostraram um saldo de 35 mil e 900 oportunidades de emprego com carteira assinada em todo o Brasil no mês de julho. O número é quatro vezes maior do que o de junho, quando foram criados 8.900 postos de trabalho.

 

A indústria de transformação foi a principal responsável pelo desempenho deste mês, com registro de mais de 12.500 postos de trabalhos. O segundo lugar ficou com o comércio, com mais de 10.500 postos de trabalho criados.

 

A construção civil também registrou saldo positivo de empregos formais, cerca de 724 vagas. Foi o primeiro número positivo após 33 meses. O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, se mostrou otimista com as projeções para os próximos meses.

 

Apenas oito subsetores da economia demitiram mais do que contrataram no mês de julho, entre eles o de educação, que fechou o balanço com cerca de 9.700 vagas a menos.

 

São Paulo, Mato Grosso e Goiás foram os estados que tiveram mais resultados positivos. Das cinco regiões brasileiras, apenas o Sul teve redução nos postos de trabalho.