Trocando em Miúdo: Cuidado com propostas tentadoras de crédito fácil para a compra ou troca do carro

03:38 Economia, Programetes 21/08/2017 - 02h03 Brasília Embed

Apresentação Eduardo Mamcasz

Olá, prezada pessoa ouvinte cidadã.

 

A prosa de hoje na verdade é um alerta sobre a volta de vendas de carros no Brasil e, com isso, algumas ofertas que, de tão tentadoras, precisam ser olhadas com cuidado. Tipo esta: "Libere em 15 minutos o crédito para a compra do seu carro. Pela internet, sem sair de casa." Vamos nessa?

 

Pois então. Já existe pelo menos dois aplicativos de bancos que facilitam a concessão de crédito on-line para financiamento na compra do carro. Inclusive, pode ser usado o carro antigo na troca. E mais: o parcelamento, que pode chegar aos 60 meses. No caso, o banco pode atuar sem mesmo a participação da concessionária de veículos. E é marcada a hora para a vistoria dos veículos, o usado e o novo, direto com quem vai financiar.

 

Pois vamos olhar com mais atenção. Errado não está. Quem financia a venda do carro pode fazer a propaganda do serviço, marketing, desde que ele esteja dentro da lei. Sem enganar ninguém. Mas tem a recomendação dos educadores financeiros, começando pelo cuidado que o próprio consumidor precisa ter nesta hora, para não perder o carro mais tarde, por falta de pagamento. É o seguinte: nunca comprometa mais de 30% de sua renda mensal com dívidas parceladas. Certo?

 

Vamos, então, a outras recomendações para quem está ansioso para comprar o carro novo em 15 minutos, conforme estão anunciando. Além de pesquisar o carro, as condições dele - a marca, se ele é bom pra você-, é bom pesquisar também os juros do financiamento, na concessionária e nos outros bancos. Ver o preço que estão oferecendo pelo seu carro usado, lembrando que o preço dele pode ser pesquisado na tabela da Fipe. E muda muito se vende pra concessionária, pro banco ou pra outra pessoa.

 

Esta prosa podia continuar por mais tempo ainda, tipo: antes de perder o carro, por falta de pagamento, negocie a devolução, com abatimentos dos juros nas prestações restantes. E não se esqueça que não adianta perder tempo com os 15 minutos alardeados, pois se a pessoa estiver com o chamado nome sujo na praça, desculpe, aí, não passa mesmo.

 

Então, tá. Inté e axé.

 

 

Trocando em Miúdo: Quadro do programa "Em Conta", da Rádio Nacional da Amazônia. Aborda temas relacionados a economia e finanças, traduzidos para o cotidiano do cidadão. É distribuído em formato de programete, de segunda a sexta-feira, pela Radioagência Nacional. Acesse aqui as edições anteriores.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique