PIB deve crescer em 2017 e 2018 puxado pelo consumo das famílias e exportações

02:04 Economia, Notícias 28/09/2017 - 17h36 Rio de Janeiro Embed

Fabiana Sampaio

O IPEA, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, prevê um crescimento do PIB, o Produto Interno Bruto , que é a soma de todas as riquezas produzidas pelo país, de 0,7% em 2017 e de 2,6% em 2018.


De acordo com os dados divulgados nesta quinta-feira o consumo das famílias, as exportações e o crescimento agropecuário vão puxar o resultado neste ano.


A partir do terceiro trimestre, o Ipea prevê que a indústria e os serviços tenham um peso maior na recuperação da economia.


O diretor de Estudos e Políticas Macroeconômicas do Ipea , José Ronaldo de Castro Souza Junior, avalia que o pais saiu da recessão e prevê uma retomada que vai se dar gradativamente.


O Ipea reduziu a previsão de crescimento para 2018, que era de 3,4% na análise divulgada em março.


Segundo Castro, havia uma expectativa de que a reforma da previdência seria aprovada no meio do ano, o que não aconteceu.


Em relação as despesas, o PIB vai contar neste ano com um crescimento de 0,8% no consumo das famílias. Em 2018, a expansão prevista é 2,7%.  Já o consumo do governo deve cair 1,9% neste ano e 0,2% no ano que vem.


A projeção é que o investimento caia também  2,5% neste ano, mas se recupere no ano que vem, com uma alta de 4,2%.


As importações e as exportações também devem crescer nos próximos dois anos.

 

Entre as variáveis macroeconômicas que favorecem esse cenário de crescimento, na análise do Ipea, está a inflação, projetada em 2,9% em 2017 e em 4,2% em 2018.

 

O Ipea acredita que a taxa básica de juros em 7% no fim de 2017 e em 2018 também seja positiva para o crescimento.

 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique